sexta-feira, 14 de julho de 2017

Se fez Clara

O tempo passa em meu relógio perdido
A madrugada flui em ecos de silêncio
Você flutua por toda a minha mente
Saudade vem e não avisa sobre o perigo

Sob teu brilho, o meu olhar queria estar
No enrolar do teu abraço encontro paz
E de tal forma esse momento me refaz
Que minha própria luz enfim retorna

Fui ensinado por ti, uma nova forma de amar
Me atirou nesses ventos de poesia e emoção
Se fez presente em cada vendaval
Tanto o vento soprou que me atirou no mar

E tão profundo fui, banhado de sentimentos
Ainda me surpreendeu mergulhando comigo
Se fez âncora em dias de maré forte
Sequer lembrei do ar em algum momento

Mas entre esses versos eu acabo me perdendo
São tantos caminhos para um escolher tomar
Embora saiba que tanto faz pelo qual caminhar
De mãos entrelaçadas nós trilharemos

E te agradeço por cada ferida que em mim sara
Se até mesmo por entre ventos e ondas passeamos
Nada impedirá de caminhar por caminhos sem luz

Porque cada gota de escuridão se faz Clara


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu Blog · Design por Alves Alvin · Todos os direitos reservados - Copyright © 2014 · Tecnologia do Blogger